MERCEARIA A PORTUGUESA 2018-07-17T15:55:16+00:00
A PORTUGUESA · AVEIRONOSSO

Uma mercearia com produtos locais e regionais, do que é verdadeiramente nosso, Português

moradatelemovelemail mapafacebook

A História da Mercearia A Portuguesa

Se há nomes que dizem tudo, o da mercearia “A Portuguesa” é um desses casos. É uma mercearia, naturalmente, e que tem como principal foco os produtos locais e regionais, do que é verdadeiramente nosso, Português. Se a tudo isso, juntarmos a simpatia e a boa disposição do novo “rosto” da casa, a Ana Lúcia, o guião perfeito para o filme de sonho está completo.

Localizada numa das ruas mais conhecidas e típicas de Aveiro, a Rua Direita, ou Combatentes da Grande Guerra para os mais puristas, A Portuguesa nasceu em 2015, com a visão de Antonieta Mota e António Claro e teve continuidade através de uma vontade indómita do casal Adriana Gaspar e João Lobo, que depois de trabalhar e estudar em vários pontos do país, escolheu Aveiro por ser uma cidade diferente e, porque também somos feitos de saudade, por ser perto da terra Natal de ambos, a Lousã.

E são, como é óbvio que assim seja, originários da Lousã alguns dos produtos mais típicos de A Portuguesa. Como a exclusiva Geleia Real, que é requisitada e pedida por clientes de toda a região, a broa de Serpins e o famoso Mel de Urze que é, conta a história que virou lenda, considerado como “o melhor do mundo” pela conhecida Madonna.

No entanto, n’A Portuguesa também se encontram os produtos típicos de qualquer mercearia de rua, como a que existia na porta ao lado e que, também, serviu de inspiração ao casal Adriana e João. Desde a pada de Vale de Ílhavo, passando pelas frutas e legumes frescos, até ao sempre necessário e que, às vezes falta vá-se lá saber porquê, detergente da loiça.

Durante a gerência de Adriana Gaspar e João Lobo, o projecto estava, ainda assim, a meio caminho do que pretendia ser. Começou por ser um pouco de tudo. Sempre português, indubitavelmente. Mas o futuro adivinhava já, sem dúvida, uma loja com produtos amigos do ambiente, ecológicos e biológicos. Feitos com o mesmo “carinho” e atenção com que todos os clientes são tratados desde o primeiro momento em que entram n’A Portuguesa. Sem pressa. Com perfeição.

Presentemente, o estabelecimento conta com a presença bem-disposta de Ana Lúcia, a nova gerente. Ana foi animadora sócio-cultural durante catorze anos, algo facilmente perceptível na sua simpatia e sorriso. Trouxe consigo para a loja o conceito de produtos biológicos, já 'adivinhado' pela anterior gestão e parece ter acertado em cheio. O público aveirense começa a despertar para temas como a saúde e a sustentabilidade e por conseguinte, procura avidamente este sector de mercado ainda pouco aproveitado. Ao mel, à geleia real e à broa de Serpins vieram-se juntar as compotas, os biscoitos, a salicórnia...

Ana não se fica pelo biológico. Disponibiliza ainda produtos para outros estilos de vida, nomeadamente vegans e paleos. Para quem desconhece este último termo, passamos a explicar sucintamente: a dieta paleo consiste em consumir o que a natureza nos dá, evitando a comida processada, ou com recurso a conservantes e agentes químicos. Não fique só a pensar em restrições. A própria Ana optou por esta dieta e nem por isso deixa de apreciar o famoso hidromel, bebida antiquíssima e prova de que em tempos que o tempo esqueceu, já se sabia fazer boas bebidas alcoólicas. E por falar nelas, não podíamos deixar de mencionar o excelente vinho português que se pode encontrar no estabelecimento, acompanhado pelas inovadoras cervejas artesanais.

Nesta nova etapa da sua vida, a nossa empreendedora não descurou uma paixão que sempre teve: o artesanato. Após catorze anos dedicados à animação sócio-cultural, encontrou-se desempregada. Para não esmorecer, Ana dedicou-se a esta arte e costuma trabalhar avidamente em casa. Planeia inclusivamente um espaço n'A Portuguesa que lhe possa servir simultaneamente de local de produção e exposição. Alguns dos seus produtos já se encontram à venda e só podemos ficar admirados com o talento e imaginação desta eclética jovem, patente nas caixas com decoração decoupage, sabonetes artesanais e mandalas. O salto para o comércio veio alterar um pouco a sua vida pacata, mas tal mudança foi rapidamente superada pelo entusiasmo com que Ana comunica com o público. O primeiro dia de nervos já vai lá longe, deixando apenas lugar ao profissionalismo e dedicação. Ana assumiu a gestão d'A Portuguesa a seis de Fevereiro de 2018. Um percurso ainda curto, com certeza, mas também rico e proveitoso.

Que abram mais casas assim, casas que mostram o talento e engenho português. Bem haja!

Galeria

Contactos

Morada

Rua Combatentes da Grande Guerra, 76
3810-087 Aveiro
Portugal
Telemóvel: 234 095 334
Email: mercearia.aportuguesa@gmail.com

Horário

Dom. a Seg. 10:00 às 20:00

Mapa